Celulares: você protege o seu?

Nada mais desconfortável que ter o celular invadido colocando em risco a sua privacidade e a segurança dos seus dados e arquivos. Com o objetivo de evitar esse tipo de situação, todo smartphone, assim como um computador, requer cuidados com senhas, vírus, aplicativos e atualizações. Nesse sentido, vale ficar de olho e atento a algumas dicas de segurança para proteger o seu celular.

Para começar, o primeiro passo é instalar um bom antivírus no aparelho. Mesmo ainda em fase de expansão e proliferação, os arquivos maliciosos para dispositivos móveis existem e é melhor não correr o risco. Atualmente, as empresas de softwares de segurança virtual desenvolvem antivírus exclusivos para mobiles, o que garante a possibilidade de adquirir produtos especiais para celulares com sistema operacional Android, por exemplo.

Junto com um smartphone, o usuário obtém diversos aplicativos, responsáveis por facilitar tarefas do dia-a-dia. Alguns deles, como o Dropbox e Google +, por exemplo, realizam uploads de arquivos automaticamente em redes sociais. O objetivo é proporcionar praticidade, mas a função pode apresentar riscos, deixando escapar informações ou dados que deveriam ser sigilosos, como no caso de fotos mais íntimas ou gravações de conversas mais confidenciais. Por isso, é melhor prevenir, desativando os uploads automáticos destes e outros aplicativos.

Ainda falando sobre aplicativos, existe uma regra de ouro: nunca baixar um app sem saber se o mesmo é de origem confiável. O ideal é fazer downloads apenas nos sites das operadoras e/ou marcas do aparelho. Além disso, vale pesquisar a origem, a popularidade e os comentários do arquivo e do site como um todo, antes de baixar qualquer arquivo.

A mesma política de não repetir as senhas bancárias, também vale para o mundo da web em dispositivos móveis. Embora sites renomados como o Google, Facebook e outros possuam um sistema seguro, muitos outros não têm e se a senha for a mesma para diferentes redes, será fácil ter acesso aos seus perfis.

Acessar redes Wi-fi desprotegidas é arriscado tanto para quem mantém a rede quanto para quem usa. Enquanto o celular se conecta a redes, hackers podem ter acesso aos seus dados. O melhor é evitar redes públicas, assinando algum plano 3G, que facilita o acesso à internet a partir do celular e impede que terceiros acessem e compartilhem suas configurações.

Outro cuidado importante para quem possui um smartphone diz respeito ao Bluetooth. O recurso que permite a transferência de arquivos, recebendo e enviando dados, deve estar sempre desligado. É importante ainda deixá-lo bloqueado para que terceiros sempre façam uma solicitação antes de ativá-lo. Isso porque com o Bluetooth ligado e automático, hackers e mal intencionados conseguem se apropriar de informações pessoais e mesmo enviar vírus ao celular.

Esses são alguns cuidados básicos que devem fazer parte da rotina de quem tem celular com internet, e mesmo modelos diferenciados, como os celulares com a tecnologia PPT (Push to Talk) requerem esses e outros cuidados. Na hora de garantir a sua privacidade e proteger informações pessoais, todo cuidado é pouco.

Este artigo foi criado pela equipe Nextel para uso exclusivo do Coisas Úteis.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*